E a vida que segue...

Depois do tormento sempre vem o alívio, a compensação.  Após um violento temporal, onde tudo parecia ir pelos ares, a chuva fina que acabou de chegar trouxe um friozinho gostoso com direito a edredom, chocolate quente, e um bom filme. Sorrindo!
Quem me dera, explicar o que ninguém esta conseguindo entender, temporais no mês de junho com ventos fortes granizos e muitas árvores caídos pela cidade.  Meado de junho ainda não tinha visto nada igual por aqui.  Se fosse a época de verão eu até diria normal, pois aqui a temperatura corre em torno de 40ºC e 42ºC o verão inteiro, mas em junho foi à primeira vez. Bem, mais agora esta tudo voltando ao normal e vida que segue...


Hoje irei indicar um clássico de cinema que gosto muito. Uma aventura instigante e mágica na era medieval.
(Fique a vontade caso não queira ler o texto abaixo...) 

Esse filme é inesquecível e quem já assistiu sabe bem o que estou a dizer. Ao assistir pela primeira vez fiquei maravilhada, e sempre que posso estou a rever cenas desse clássico que me marcou bastante. Já fiz uma postagem sobre esse filme um tempo atrás. E escrever sobre esse filme é falar sobre uma linda história de amor. E amor é o que anda faltando ultimamente entre as pessoas. “O Feitiço de Áquila”. Título original “Ladyhawke”. É um longa-metragem, com um elenco maravilhoso, uma história para se guardar na memória por toda vida.

Ao nascer do sol, o cavaleiro de negro esperava no alto da colina, muito acima da cidade, como já havia esperado lá no amanhecer anterior e no amanhecer anterior àquele. Ele ajeitou o corpo na sela, com frio e cansado, observando o céu clarear e a névoa acinzentada da manhã elevar-se do vale abaixo. Quando a cerração desfez-se, ele avistou as torres de ameias do Castelo surgindo em perspectiva, pontilhadas de dourado, como um vislumbre do céu. Por um momento, aquela vista fez a saudade oprimir-lhe o peito. Foi apenas um momento. Ele sorriu desoladamente da própria incapacidade em deixar de crer que essa vigília algum dia teria fim ou lhe mostraria uma resposta.

Essa é uma lenda mágica de um amor inesquecível, como bem diz a capa do filme, é uma obra que conta com uma trama bastante simples e de encanto fácil. Um amor fadado a nunca se consumar. Impossível, ou "quase" impossível. Graças a uma terrível maldição.
Um casal condenado a ficarem para sempre separados: ela como uma águia que acompanha seu amado durante o dia, e ele como lobo que protege a sua amada durante a noite. Sempre juntos, mas eternamente separados. Ele se transforma em lobo à noite, e ela em falcão durante o dia. E assim estão impedidos de se encontrar, a menos que possam se libertar desse doloroso feitiço. 
O fato é que essa história me faz refletir sobre o “Amor ” e suas razões de ser... 
De repente, veio-me a mente amores perdidos no tempo, sentimentos dissipados, lágrimas confusas em noites solitárias...Um amor que algum dia, todos já tiveram, ou ainda irão ter.  Não existe solidão maior do que a dos que sentem um amor sem poder tê-lo por perto. O amar desesperado e sem solução que termina em renúncia, ou abandono. Existem tantos casais que estão separados, distantes, e ainda continua se amando. 

Não! Você que lê, não diga que esse amor não existe! Ele existe sim! Apenas deixou de ser aceito e de ser visto. O romantismo esta perdendo a essência do sentir. As pessoas não procuram viver o verdadeiro romantismo que existem dentro delas. 
Quando decidimos amar alguém e, mais do que isso, decidimos trilhar uma vida ao lado desse alguém, temos que aceitar as igualdades e as diferenças; respeitar as individualidades e ceder se preciso. Não ceder por completo, porque isso não é amor: é submissão. Amar alguém é viver o exercício diário, de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. Ninguém é igual, são as pequenas diferenças que completam o outro. A experiência de amar e ser amado são acima de tudo a experiência do respeito. 
Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. 
Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. 
Amar por valor é amar o outro como ele é, quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e por isso você o ama tanto... 
Ah, isso se chama amor! 

A esses os céus recompensam com o paraíso!

Não há solidão maior a dos que sentem um amor sem poder tê-lo por perto!
Não há agonia maior do que viver entocados nas paredes dos próprios sentimentos, sem poder sair, sem poder fugir dele. Alguns, não suportam. Outros fingem que não veem, nem sentem. Mas no profundo do ser, tudo que desejam é um raio de sol com pingos de amor que seca cura e revigora esse amor.
Você já imaginou, ou pode até sentir como é terrível ter que viver numa solidão danada, desejando ouvir a voz, nem que seja para dizer um simples "oi" e deixar transparecer uma alegria transcendente, que faz brilhar. 
Sim: você brilha quando ama. E seu amor é a única pessoa que poderá enxergar esse brilho. Esse sentimento difere da paixão, porque a paixão cega: tudo é bonito e perfeito, mesmo os defeitos.

o amor verdadeiro põe tudo às claras, se entrega, abre o jogo, aceita e trabalha no que precisa ser mudado. Se precisar, recua, refaz-se e volta ao ataque, porque tudo, absolutamente tudo precisa ser perfeito, por que assim é o amor...
O difícil do amor é descobrir à hora certa, o momento exato de saber, e ter coragem de dizer: é com esta pessoa que eu passaria o resto da minha vida; e com ela que eu terminaria os meus dias no passar calmo e lento da velhice. Isso, sim, é amor... 
Coisa rara de se encontrar nos dias de hoje! Mais com certeza tem. E como tem!

Abaixo deixo o vídeo com a cena mais comovente do filme. Ele, lobo à noite. Ela, águia pela manhã. Entre a madrugada e o crepúsculo, porém, os dois tem uma chance breve de se reencontrar. Mas, ainda assim, não é suficiente. Quem já viu esse filme sabe do que estou falando; da angustiosa corrida de Navarre e Isabeau para olharem nem que fosse por alguns segundos. É de cortar o coração.


Esse filme eu indico com prazer!

E para quem já conhece, vale a pena também conferir Linha do Tempo (2004), do mesmo diretor, segue quase a mesma linha e agrada da mesma forma. 

FEITIÇO DE ÁQUILA
Título original: Ladyhawke
Estúdio: 20th Century Fox e Warner
País de origem: Estados Unidos
Ano de lançamento: 1985
Elenco: Matthew Broderick (Phillipe Gaston), Rutger Hauer (Capitão Etienne Navarre), Michelle Pfiffer (Isabeau d’Anjou), John Wood (Bispo de Áquila), Leo McKern (padre Imperius)
Roteiro: Edward Khmara
Direção: Richard Donner


 ....Desejo que a cada amanhecer você tenha sempre o atrevimento não apenas de viver mais um dia, e sim de viver feliz o seu dia, fazendo dele um dia cheio de dignidade, como somente as pessoas especiais sabem fazer, e para mim você é especial...

Uma ótima semana!
Um punhado de sorriso!
Abração!

Até a próxima postagem!

120 comentários:

  1. olá,bom dia! linda a sua página! olha, vou te contar, sou viciadinha em filmes, esse fds não dei sorte, não assiste um q "prestasse" rsrsrs... essa sua indicação, me instigou. vou ver se tem esse titulo na neteflix e se não tiver torcer para ter no youtube. tenha uma semana fabulosa! grata pela dica!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cláudia pela presença!
      Seja bem vinda!
      Abração!

      Excluir
  2. Samareis..Buenisimo post..¡Me ha encantado!..Las reflexiones sobre los dos amores..El de la necesidada y el del valor..
    Feliz verano..

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias Juolina!
      Una gran semana!
      Abrazo!

      Excluir
  3. I have heard of this film, but never watched it. I will watch it now, in its entirety, after having seen the clip from it which you posted here. It appears that this film will explain much about you and your interpretations of life and love, Smareis.

    What you write is true, Smareis. Love, once it exists, is acceptance and unconditional. Too often, one person tries to change the other into some form of "ideal mate," rather than accept that the other is an individual with unique concepts and ideals and feelings which must be acknowledged and respected.

    True, absolute romantic love is the most difficult to find, I think, and some never do find it and others are not capable of achieving/perceiving it. Life is not fair in many ways, and the quest for love is an arduous one even when fate is with us and favors us. But, as some say: As long as there is life, there is hope.

    So, it gives me pleasure to find you here once again and to read your words, Smareis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. So Fram, ever heard of this film and have not watched. Watch that you will like. It's a beautiful love story.
      Love is not made of exchange of glances, but to look together in the same direction. In love nothing is small when you truly love.
      Thank you for Fram came to read my posts.
      Happy I always see you here.
      A handful of smiles

      Excluir
  4. Oi, meu bem!
    Amei a indicação do filme... já o tinha assistido há algum tempo, realmente é um filme belíssimo. Teu post me fez querer assisti-lo novamente <3 Obrigado!

    Abraço apertado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um filme encantador Samara, eu gosto muito.
      Abraço!

      Excluir
  5. Adorei seu texto para refletir! Com certeza depois das tormentas os mares se acalma.

    Obrigada pela visita. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acalma mesmo...
      Obrigada Pensamentos com Asas.
      Beijos!

      Excluir
  6. Linda postagem, o amor existe e esse filme é lindo!
    Adoro filmes clássicos que mostram o amor romântico!
    Amei ler aqui e deixo abraços apertados linda Smareis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto muito Ivone. Filme romântico é uma delicia de ver.
      Um abraço!

      Excluir
  7. Olá, faz muito tempo que assisti esse filme, também fiquei encantada com ele em meus pensamentos por dias, em tempos de juventude até mesmo as histórias de amor são mais intensas em nossos corações. Veio a vontade de assisti-lo. Adorei a indicação do outro filme!
    Beijos!

    Ah, cheguei aqui através de seu comentário no blog do Victor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dalva pela presença!
      Seja bem vinda!
      Beijos!

      Excluir
  8. Bom dia Smareis!
    Você me deixou curiosa, vou assistir.
    Um abraço e grata por sua doce visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista mesmo Maria Teresa. O filme é encantador.
      Abração!

      Excluir
  9. El mundo es caos y ordenación. Por eso a la tormenta sigue la calma. ES una constante o ley. La película es una gran metáfora de amor y de vida. Por eso hay que observarla con beneficio de inventario. UNa abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito de filmes de época, filmes históricos e seguramente que gostaria de assistir a esse.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também curto muito esses clássicos de cinema.
      Beijos!

      Excluir
  11. Olá Smareis ;)
    Que postagem ótima!
    No interior de São Paulo, onde moro,
    após os inúmeros temporais,
    o clima segue frio e seco.
    Olha, nunca assisti esse filme, mas gostei da dica!
    Tão bom quando alguém nos ama, não pelo que somos,
    mas apesar do que somos...
    Ótima tarde!
    Beijos \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Clau, esse tempo anda meio descontrolado, uma hora faz frio, outra calor. As coisas andam meia louca.
      Beijos!

      Excluir
  12. Olá Smareis,

    O filme parece ótimo. Ainda não vi e vou procurá-lo para assistir.
    Casais que se amam verdadeiramente nunca deveriam ficar separados. Seguir junto com alguém sem poder ter este alguém é algo triste até de imaginar.
    Ótimo texto inspirado no filme.

    Você tem razão quanto à pausa. Quando ela chega a ser mais longa do que o desejado acaba desestimulando o retorno. Só o tempo dirá se o Recanto do Sol retorna ou não para interação. O certo é que ele permanecerá vivo ainda por mais algum tempo.

    Ótimos dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é muito bom Vera, vale a pena assistir.
      Pois é, você tem razão sobre a pausa. Quando começa alongar-se muito a gente acaba desanimando pra retornar. Isso é o que acontece sempre comigo. Espero que você volte logo.
      Ótima férias!
      Um beijo!

      Excluir
  13. Sou uma cinéfila assumida:)
    Este filme é simplesmente inesquecível e a cena que evidencia é comovente demais.
    Também recomendo vivamente.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa cena é muito comovente mesmo Fê.
      Inesquecível esse filme.
      Beijos!

      Excluir
  14. Prometo que logo que possível e se estiver ao meu alcance o verei, Smareis! Não só pelo enredo e passar-se na época medieval, como pela magia que que nos faz esquecer o lado lunar da vida. Não sei se o amor anda redio do mundo. O que sei é que cada vez compreendo menos a forma de amar dos Homens como a de hoje em Istambul. Estranha forma de ser gente! Melhor virar águia e morar nos penhascos onde a música é a dos ventos e não das metralhadoras.
    Tão bom, sempre ver-te! E tu sabes!
    Terno e grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Manuela, saudade de ti sempre. Triste fato esse acontecido em Istambul. O amor esta esfriando mesmo entre as pessoas. Que Deus nos protege.
      Muito bom te ver aqui Manuela.
      Abração!

      Excluir
  15. Que bom ver voce por aqui, com suas postagens plenas de reflexões. O amor que dá vida, que brilha e acende todos os sentimentos belos. Mas é certo que por ele podemos viver uma vida de desejos,sonhos amargando uma distancia infinita.Penso que viver da ausência do amor é uma das piores torturas para a alma e são tantos feridos pela vida, a vivenciarem este tipo de amor. Ilustra com um belo filme que realmente deve ser visto e que vale a pensa rever. Este um dos filmes que a gente rever e gosta. É como Sonhos(Dreams) que não canso de ver. A Cena é realmente emocionante amiga e voce a escolheu bem para ilustrar este amor, que arde e queima no peito e que muitas vezes sem eco. Muito dolorido amiga.
    E que as chuvas passem e que o arco-iris venha nos cobrir com suas cores fantásticas.
    Assim vamos ao inverno de nossas vidas para renascer Primavera.

    Um carinhoso abraço.
    Bjs de paz e luz amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Toninho, a pessoa brilha quando ama. Amar é encontrar na felicidade de outro a própria felicidade.

      Esse filme é muito bom toninho, vale mesmo a pena ver, e rever.
      A chuva aqui deu uma trégua, agora acredito que o inverno vai chegar.
      Um abração meu amigo!

      Excluir
  16. Um bom regresso... Também estou regressando e gostei de voltar a te encontrar por aqui. O blog está fantástico!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rui pela presença. Quanto tempo você não me dava o prazer de sua visita. Fiquei feliz!
      Que bom que esta de volta.
      Beijos!

      Excluir
  17. Também estavam rodando tempo, tempestades, ventos fortes e até mesmo acidentes fatais. Eu gosto de filmes sobre o amor. Cumprimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Giga aqui deu uma tempestade muito forte. A cidade ficou destruída. A limpeza da cidade ainda não terminou, na minha rua ainda tem árvores caída.
      Eu também adoro filme romântico.
      Meus cumprimentos!

      Excluir
  18. Olá, Smareis
    Não vi ainda esse filme, mas depois de sua descrição fiquei muito curiosa, até porque adoro filmes passados nessa época.
    Vou ver se meu filho consegue sacar da Net.

    Muito obrigada por suas amáveis palavras lá na minha "CASA".

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena assistir um filme como esse Mariazita. É encantador.
      Abração!

      Excluir
  19. Viver feliz e com amor em cada dia é um grande desafio!!!
    Beijinhos, bom dia :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Madalena!
      Um desafio muito grande.
      Beijos!

      Excluir
  20. Bom dia, minha querida!
    Realmente o tempo está meio bagunçado, tudo mudado... mas é consequência de toda a destruição porque passamos...

    Quanto ao filme, assisti na minha fase "moleca" e é um dos que não esqueço até hoje. É um sentimento que não sei descrever. Pra mim, era muito sofrimento a separação dos dois. E como vc comentou, todos já viveram algo assim e muitos ainda vivem, mas o amor puro está cada dia mais escasso.
    Não lembro de ter assistido Linha do Tempo, mas vou pesquisar.
    Taí um filme que vou precisar comprar urgentemente.
    Pra variar, seu post é muito bom.

    Quanto ao trabalho da sua irmã, dê meus parabéns pra ela e que ela continue com essa determinação. Eu não entendo pq os rádios e TVs não fazem campanhas sobre castração e mostram seus benefícios. Com isso, ia diminuir a quantidade de crias e abandonos que parecem nunca ter fim. Sinceramente, não sei como uma pessoa vai embora do seu lar e abandona vidas para trás sem a menor dor na consciência. Gostaria que o ser humano priorizasse o amor, aí não aconteceria esse tipo de coisa. Graças a Deus que muitos ainda se envolvem.

    Abraços esmagadores, feliz dia e muito obrigada pelo carinho que lá deixou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é bruxinha, a Linha do tempo é um outro filme excelente também. Segue quase a mesma linha.
      Eu também acho que as rádios e TVs poderiam aderir essa campanha. Ajudaria bastante esses amigos peludinhos. São amigos maravilhosos esses peludinhos. Só quem convive com animais, sabe qual o significado da fidelidade.
      Beijos pra ti!

      Excluir
  21. Oi amiga! Que bom estar de volta!
    Me afastei por causa da crise de tendinite mas já estou por aqui.
    Amei as dicas e já vou assistir.
    O amor é fundamental na nossa vidA! Quantas pessoas choram a falta dele!
    Amei tua postagem!!
    Beijão, tudo de bom!!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que esta de volta Mariângela. Passei por lá algumas vezes mais você estava em off. Bom te ver.
      Beijos!

      Excluir
  22. Leerte es un placer
    VBi la pelicula
    Saber amar no solo a un ser sino a todo nuestro entorno
    creo que nos va limpiando negatividades
    Cariños

    ResponderExcluir
  23. Que show de postagem, Smareis!
    Não me lembro de ter assistido a esse filme, mas, sei de alguém que está precisando muito assistir, inclusive eu!
    Você disse bem, estamos mesmo necessitados de mais romantismo em nossas vidas, nos dias ácidos e violentos de hoje!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Victor, o amor anda esfriando entre as pessoas. Triste fato. Assista mesmo esse filme, você vai se emocionar. Excelente!
      Um beijo!

      Excluir
  24. O amor faz a vida se movimentar e seguir em frente. Um belo filme, inspirador e suas postagens faz refletirmos sobre a vida. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor é o carro chefe da vida. Onde há amor tudo flui melhor. É um belo filme Francis!
      Abração!

      Excluir
  25. Boa noite querida!
    Vim de bem distante para me banquetear de suas lindas e belas postagens. Seu cantinho esta cada vez mais belo. Amei os poster, cada um melhor que o outro..... Deixo-te um big bj em seu coração... Espero-a em uanderesuasconicas

    ResponderExcluir
  26. Querida Smareis
    Acho que todos nós precisamos exercitar esse romantismo que é o verdadeiro tempero do amor
    Eu já vi esse filme que é realmente um clássico imperdível mas já faz tanto tempo que a sua bela descrição suscitou em mim o desejo de revê-lo
    E vamos seguir amando, curtindo o romantismo e construindo lindos laços de um amor terno
    Um beijinho doce querida amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Gracita. O Romantismo esta perdendo a magia.
      Isso é fato! Uma pena!
      Beijos!

      Excluir
  27. Bom dia Smareis ,
    já vi duas vezes este filme e considero que é lindíssimo .gosto , também , muito dos dois actores principais .

    Gosto , ainda , da sua frase ... " desejo que a cada amanhecer você tenha sempre o atrevimento de não apenas de viver mais um dia "

    Forte abraço ,
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também já assisti varias vezes e sempre que posso estou dando uma espiadinha.
      Que bom que gostou da frase.
      Abração!

      Excluir
  28. A vida que começou,
    com saúde se consegue
    é a vida que se segue
    porque ainda não acabou...
    Depois do temporal,
    a chuva amainou
    a vida volta ao normal
    com o que do temporal restou!...

    Tenha um bom dia amiga Smareis, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro essa forma tua de comentar Edu. Sempre poetizando e enfeitando minhas postagens.
      Um abração amigo!

      Excluir
  29. Hola Smareis!

    Que bien lo has descrito! Y plasmado magistralmente en este tu precioso rincón. Así es el amor cuando se ama de verdad. Se ama sin condiciones sin pedir nada a cambio. El amor, todo lo perdona y es el motor de la humanidad, sin amor nada somos nada soy.

    Sobre el temporal, decirte que eso pasa en muchos puntos del universo, es un fenómeno natural que hace arrasos en muchas partes del mundo, creo que todos somos algo culpables... Unos más que otros por supuesto, pero so no cuidamos el medio ambiente, le dejaremos a nuestros hijos y nietos, un planeta muy pobre y peligroso.

    Tengo la esperanza de que todos pondremos nuestro granito de arena, para dejar a las nuevas generaciones, un mundo rico en todos los sentidos, en definitiva, un mundo más humano más limpio, donde puedan vivir negros y blancos, gordos y flacos, altos y bajos, todos en perfecta armonía. Ese es mi deseo, ojalá que así sea.

    Te dejo mi cálido abrazo mi gratitud y estima.

    Se muy feliz y hasta septiembre, si Dios quiere.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias Marina!
      desde luego sin amor no somos nada.
      Una gran semana!
      Abrazo!

      Excluir
  30. Olá, Smareis.
    Bonita postagem, transbordando amor.
    Actualmente, o romantismo tem se apoderado da vida, e é tão mais gratificante.
    Curioso que nunca vi esse filme, tenho que cuscar ;)

    bjn amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carmem!
      Assista então, com certeza ira gostar muito.
      Beijos!

      Excluir
  31. Olá, Smareis.
    Obrigado pela visita. Ah! Se todos os amores fossem mágicos! Com certeza todos são, o problema é que muitas vezes não nos esforçamos para entender a magia.
    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Geraldo. As vezes não esforçamos o suficiente para ver a magia que há no amor.
      Um abração!

      Excluir
  32. Completamente de acordo, Smareis: não só o clima anda realmente meio loco, como "O Feitiço de Áqquila" é realmente um daqueles que prende quem acredita em amor. E quem disse que ele não existe? :) Eu acredito! Bom resto de semana, amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Árabe, eu acredito no amor. E como acredito!
      E esse filme é puro amor e magia.
      Abração amigo!

      Excluir
  33. Hola Smareis, muy buenas tardes,
    coincido contigo, el clima cada día está mas loco!

    Excelente largometraje, un clásico de los 80's

    Por cierto, como bien dices tú, "el amor verdadero" todo lo puede.

    Gracias por la visita =)

    Te deseo un hermoso resto de semana
    un beso grande

    bendiciones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Ariel!
      Feliz de que esto de nuevo. Feliz de verte! Pasé varias veces para su blog, más el sistema de revisión estaba fuera.
      Beso!

      Excluir
  34. Sempre trazendo algum ensinamento para nossas vidas!!!
    Bjbj Lisette

    ResponderExcluir
  35. ola lindinha...obrigado pelo seu carinho em meu cantinho ...adoro filmes .... esse ainda não vi .... e fiquei curiosa .... será que tem na Netiflix ??? bjinhos fik com Deus ...lindo dia pra vc ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nana!
      Eu acredito que no Netiflix deve encontrar .
      Bjs!

      Excluir
  36. Boa tarde querida Smareis..
    como digo, a vida segue e nós seguimos ela..
    sempre com grandes feitos, nos brindando e ensinando..
    adorei sobre os filmes, desconhecia os mesmos.. vou ver se assisto..
    pra filmes eu meio enferrujado srs
    bjs meus doce amiga até sempre com calor por ai né srs
    frio deixa aqui para o sul srs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poeta, saudades!
      Assista mesmo, você vai gostar.
      Beijos grande no coração!

      Excluir
  37. Conheço (bem) o Filme e o seu conceito que torna o Amor tão especial e particular. Tu o descreves com a sensibilidade que só existe na Alma de quem ama.
    Entendo ser este "um mesmo sentido" que os meus escritos reflectem.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sol, eu acredito verdadeiramente no amor. Não naquele que é feito de trocas de olhares, mas sim naquele de olharmos juntos na mesma direção.
      Seus escritos refletem amor puro e verdadeiro.
      Adoro seus escritos.

      Beijo!

      Excluir
  38. Eu não assisti esse filme. Vou anotá-lo para assistir. Adoro a sétima arte. E o tema me parece muito interessante, ou seja, o amor. Valeu pela dica! Mais um postagem incrível escrito por você.
    Ótimo fim de semana. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Feitiço de Áquila é uma linda história de amor. Vale apena assistir.
      Beijos!

      Excluir
  39. Adoro cinema , mas visto nas salas própriasEm casa ė raro assistir a um filme. Este não vi e, pelo que falas dele, deveria ter visto. Quanto à vida, ela passa e depressa demais; quando nos damos contam reparamos que já não teremos outro tanto para viver, não teremos, não, de certeza que serão muito menos os anos que teremos pela frente. Como dizManuel Alegre num poema colocado no Começar de Novo, cada instante é uma pequena despediada; por isso, amiga, devemos viver intensamente cada instane, pondo em cada acção desse instante o nosso amor mais verdadeiro, amor pelas pessoas que nos cercam, por aqueles que fazem parte do caminho escolhido, mas também amor pelas coisas, pelas singelezas do nosso percurso. Grande texto, Smareis, aliás, como o são todos os que connosco partilhas. Obrigada, amiga! Um bom fim de semana. Beijinhos
    Emilia




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Emília. A vida passa muito rápido.
      Eu gosto mais de assisti filme em casa, tem mais conforto, mais silêncio... Não curto muito sala de cinema. Acho muito barulhenta, gosto de silêncio absoluto quando assisto filme.
      Beijos!

      Excluir
  40. Oi Smareis! Obrigado por sempre ser gentil minha queridíssima Que bela postagem hem? Como sempre, muito esmerada em tudo que escreve...Estava a conversar com a Cecilia a seu respeito e pude perceber ,o quanto sua simpatia chega e fica... Vi esse magnifico filme e acho, que ate já influenciou em muito, por sia linda magia. meu livro quase no termino de ser escrito e agradeço muito a Deus, pela benção de poder escreve-lo. Cronicas tupiniquins estará em breve fisicamente conosco!beijos e abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poeta!
      Obrigada pela palavras carinhosas.
      Que bom que está quase no término do seu livro. Já estou ansiosa pra ler. Desejo muito sucesso messe teu projeto.
      Beijos e abraços Beto!

      Excluir
  41. Condições climatéricas fora de época são cada vez mais frequentes, dizem... por isso, temos que nos habituar às surpresas do tempo.
    Não tenho a certeza se vi esse filme (esqueço-me com facilidade). Mas a julgar pelo seu texto parece bom.
    Smareis, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Jaime, o clima anda todo descontrolado.
      O filme é excelente. Pra quem acredita no amor. Esse é o filme.
      Beijo!

      Excluir
  42. Nunca vi o filme e depois de ler o que escreveu e de ver o vídeo fiquei cheia de vontade de o ver. Claro que eu acredito que o amor existe. Por vezes vem por caminhos difíceis...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor existe com certeza Graça. O amor é a única qualidade que muitos desejam mas são poucos os que sabem usá-la.
      Um beijo!

      Excluir
  43. Olá, Smareis.
    Esse filme é excelente, do mesmo diretor de todos os filmes da série Máquina Mortífera e possui um charme a mais que é o uso de músicas contemporâneas naquele ambiente medieval, fora que a dupla de atores principais é perfeita.
    Sobre o poder do amor, o que ocorre é que muitas pessoas tem medo de se machucar ao se ligarem a alguém e por isso, tentam evitar de se apaixonar, para não sofrer, não se dando de conta que viver sem amor é que é o verdadeiro sofrimento.
    O inverno aqui do sul não é esse exagero todo que se pensa, hoje mesmo fez um calorão de quase 30 graus e amanhã certamente irá chover, trazendo o frio de volta.
    Obrigado pela visita e até a próxima, Smareis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacques, fico muito feliz sempre com sua presença.
      Esse é um dos filme que eu recomendo com maior prazer.
      Viver sem amor não é nada bom. O amor pode ser incontrolável; ele tanto provoca lágrima constante como risada sem fim.
      Aqui na minha cidade o frio começou dar as caras. Depois de muito calor regados de grandes temporais acho que o frio vai passear por aqui de verdade.
      Abração pra ti!

      Excluir
  44. Belo post, Smareis! Quanto ao filme, também está entre os meus prediletos. Encontrei dificuldades para comentar, mas ainda bem que consegui! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Árabe. Não sei o que houve com os comentários, só sei que agora esta tudo ok. Desculpa pelo transtorno.
      Alguns pessoas até comentaram no Guestbook que está no menu horizontal.
      Abraço meu amigo!

      Excluir
  45. Eu adoro o filme Feitiço de Áquila. Os amantes estão condenados a nunca poder se tocarem... apenas quase se tocam ao amanhecer e ao anoitecer.Voltei. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, olha só quem apareceu. Depois de tanto tempo voltou.
      Que bom que está de volta Benno. Fiquei feliz! Vou passar por lá pra ver as novidades.
      Beijos!

      Excluir
    2. Tentei uns poemas agora.

      Excluir
    3. Oi, vim ver se tinha novidades. Eu agora escrevi uns contos super-curtos. Fui em um site sobre criatividade. Um exercício interessante é escrever um conto associando três ideias aleatórias. Lá tem várias sugestões. Pegue a seguinte : anel desaparecido, medo de aranhas e um estranho sinistro. Já bolei toda história e comecei escrever, mas ainda não terminei. Pensei em eu mesmo criar, mas daí, as palavras já teria uma associação subjacente. Mais interessante e desafiante é se alguém sugerir essa três ideias. Por isso, eu lhe peço gentilmente, que tal você inventar e sugerir estas três ideias? Que tal?

      Excluir
  46. Querida Smareis

    Que bela mensagem nos traz aqui! O Amor. Amar por valor!
    Embora não tenha visto o filme já tinha ouvido falar desse tema. Um amor impossível, dois entes separados por poderes que eles não controlam.
    Nós, que podemos amar sem que poderes estranhos impeçam o nosso rumo não deixemos que esse belo sentimento nos passe ao lado.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Olinda!
      O filme é muito bom. Uma linda história de amor.
      Pois é Olinda, o amar por valor é como ter todos os dias outras opções, e ainda assim fazer a mesma escolha. Amor feito liberdade.
      Bjs !

      Excluir
  47. I bought your film, I watched it, I liked it. I will watch it now and then, here and there, and think of you, Smareis.

    I like your music, too .... it could be some of us, even most of us, are destined to be incomplete forever and ever .... at least, during this lifetime .... we shall see, maybe ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fram you bought the movie? How nice!
      Then you tell me what you think of the story. Indicates the movie or not? (Smiling)
      Handful of smiles!

      Excluir
    2. You might recall, Smareis, there was a time when I wrote film, book, play, concert, etc., reviews for a few newspapers. Be careful what you ask for; you might receive a few thousand words and feel guilty if you do not read them all .... I am laughing.

      Do not worry, I will be brief and make a few notes and relay them to you. Give me a day or two. There is nothing I enjoy more than to drift between fantasy and reality, whether in life or in fiction, looking for places where they meet and there are no differences = one becomes the other.

      Yes, thank you, Smareis .... you smile and the sun shines ....

      Excluir
    3. Um, and you write very well on film, book, concert. You could keep writing about these themes in their posts.
      So Fram, I think I realize to read everything that goes through here (I'm laughing at you now).
      Okay, I'll wait!
      Thanks Fram for another visit.

      Excluir
  48. Não assistiu, Smareis. Mas vc soube despertar a minha atenção com maestria. Me interessou! bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sérgio, o filme é excelente.
      Um beijo!

      Excluir
  49. Oi querida amiga Smarei,, que saudades! Fiquei curiosa para assistir kkk
    Lhe desejo um excelente final de semana , beijos e fique com Deus !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Arione, também senti saudades suas minha amiga. O filme é muito bom!
      Um beijo e fica com Deus.

      Excluir
  50. Um filme inesquecível que muito me agradou !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem filme que fica na memoria Helia. Esse é um deles.
      Abração!

      Excluir
  51. Já assisti esse filme e realmente é muito bom.
    O amor é o maior sentimento que existe e viver rodeada dele é viver feliz. Mas creio que o amor não esteja só no outro, onde o outro nos dá amor. Dentro de nós é que deve ter amor em abundância pra poder distribui-lo por onde formos.
    Smareis, uma ótima semana e com o tempo mais calmo, se Deus quiser! Tá tudo tão mudado, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom demais esse filme Clara. Concordo com vc sobre o amor. Acho que quanto mais se dá, mais se tem, assim é o amor.
      Beijos e ótima semana!

      Excluir
  52. De verdade a vida segue mesmo, em Junho aqui esfriou demais e tivemos também uma temporada de chuva, agora em Junho graças a DEUS faz sol.
    Este filme creio que o tenha assistido, assisto tantos que fica complicado comentar sobre, mas pelo enredo parece-me familiar, também adoro filmes de época deste estilo.
    Bela escolha.
    Beijos e sinta-se a vontade em visitar-me.

    ResponderExcluir
  53. Obrigada Cecilia pela visita. Que bom te ver de volta.
    Eu gosto muito de filme de época também. E esse filme é muito bom. Ótima semana pra ti!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  54. Minha querida Smareis,
    Eu estou bem graças a Deus e voltando a todo vapor.
    Mudei de cidade, não acostumei e acabei voltando, como lá poderia ficar sme internet, tive que excluir tudo, como não podemos voltar mais para os nomes dos Blogs, tive que criar outro, mas, agora está tudo bem.
    Muito obrigada pelo carinho de sempre.
    Um super beijo em seu lindo coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz em saber que está tudo bem com você Cecilia. Que bom que está de volta. Seja bem vinda sempre e sempre.
      Beijo grande!

      Excluir
  55. Boa tarde, confesso que não conheço o filme, fica registado o mesmo para quando tiver a oportunidade de o ver, o texto é amoroso e fantástico.
    Boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  56. Boa semana, Smareis; aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa semana pra ti também Árabe!
      No final da semana com certeza já vai ter atualização.

      Excluir
  57. É mesmo assim: "Depois da tempestade vem a bonança".

    ResponderExcluir
  58. Boa semana, Smareis. Aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
  59. Querida amiga, como sempre, muito obrigada pelo seu carinho, tenha certeza que sempre volto em seu cantinho apreciando suas adoráveis e sinceras palavras. Aguardo então sua próxima postagem. Beijo grande e excelente final de semana. ;)

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd



Nunca existiu uma pessoa como você antes, não existe ninguém neste mundo como você agora e nem nunca existirá. Veja só o respeito que a vida tem por você.
Você é uma obra de arte — impossível de repetir,
incomparável, absolutamente única. (Osho)

Links de propagandas e comentários anônimos, serão excluídos automaticamente, a não ser que se identifique com seu nome e endereço do blog/site.

Obrigada pelo seu comentário!
Thanks for the comment!
Gracias por tu comentario!
Merci pour le commentaire!