Redes sociais: Um vazio repleto de presenças.

19:50:00

 
A única coisa real é que o mundo virou virtual: a solidão conectada
(Autor: Reinaldo Marchesi)

Há pouco menos de 15 anos atrás, era um tempo que não se perdia a Vida com um celular na mão. Antes sim era o tempo da comunicação! As pessoas iam à Igreja para ouvir a pregação. Iam para Escola para ouvir o professor. Iam para um Bar conversar ao vivo com seus amigos. Namoravam presencialmente. Falavam com seus filhos presencialmente. Hoje é o tempo da ilusão. O tempo do modo "on". 
Uma Sociedade de Zumbis, é isso que estamos nos tornando. 

Durante essa pandemia podemos perceber que as Igrejas estão vazias, salas de aulas vazias, bares vazios, casas vazias mesmo tudo junto, namoros vazios, amigos vazios... Tudo muito próximo e ao mesmo tempo tão distante. Um vazio repleto de presenças. Hoje é tempo de Whatts, Twitter, Facebook, Skype, LinkedIn, Snapchat, Pinterest, Telegram, Tumblr, Instagram, Gps móvel, etc, etc. Filmamos tudo. Fotografamos tudo. Postamos em tempo real.Tudo parece tão próximo.Tudo parece presente... Mas quase tudo é ausente. As pessoas ficam ansiosas em lugares que não tem conexão. As pessoas ficam inquietas sem saber porque estão.

Elas querem conexão! Pelo Mundo Virtual, elas deixam de viver o Mundo Real. 
Você não é tão social quanto aparenta em sua Rede Social. Você não tem o número de amigos do seu perfil. Você não tem a fama dos seus seguidores. Você não é tão popular como aparenta ser. Você não está em todos lugares. Você não é feliz como em todas as suas fotos. Você não é linda sem seu PhotoShop. Você não é uma frase de efeito... A única coisa real é que o mundo virou virtual.
 
Desligamo-nos da vida, às vezes em seus segundos mais sagrados. Mais raros. Mais caros. Desligamo-nos das coisas simples do mundo real. A formiga que passa. O vento que bate a face. Conversas paralelas. Uma peraltice de uma criança ao lado. Olhando para nossos celulares perdemos sorrisos e semblantes. Perdemos nossos olhares. Nossos contatos não são mais reais. Estão em listas. Listagens humanas. Números. Fotografias. Aparências. Imagens. Popularidade.
 
Para compreender, você deveria se desconectar desses seus efeitos, parar algumas horas, e ler um livro chamado "A Sociedade do Espetáculo" de Guy Debord.
Tente isso e vai entender melhor daquilo que falo. Tem publicações de nudes de mulheres em redes socias que dá mais impacto que mil crianças mortas na Síria. Os realits, como o Big Brother prende uma pessoa por horas sentadinha diante da TV que ainda depois vai para o Pay-Per-View ver o que não viu, a mesma pessoa que não consegue ficar alguns minutos lendo um livro. 

Os sites mais acessados estão ligados a moda e a vida dos famosos.Tem gente que sabe o elenco todo da novela que antecipa seus capítulos pelos sites de fofocas.Tem gente que sabe de tudo, menos daquilo que agrega conhecimento útil para vida. Sim, eu sei que o inútil faz parte da vida, as coisas fúteis e desinteressadas fazem parte da vida. Porém, tem gente que só vive disso. Estão desconectadas da realidade em sua nova conexão. Não conseguem ler nem bula de remédio. Sua vida sem conexão é um tédio! 

Há bem pouco tempo atrás, a sociedade não tinha nada disso e vivia muito bem socialmente. É um grande engano pensar que precisamos estar 24hrs conectados. Percebo que alguns jovens não conseguem mais ficar 2hrs lendo um livro sem desligar-se desse mundo virtual. Sim, eu sei que tem e-book, livros em arquivo pdf, que podem ser lidos de um celular. Mas eu vos pergunto quem realmente lê livros pelo celular? Pouquíssimos! Pessoas vem sendo consumidas por tudo isso que chamam de Tecnologias de Comunicação, se achando consumidoras, quando na verdade estão sendo consumidas. 

O tempo mais raro de uma vida tem sido consumido por teclas e telas “Touchscreen”. Nem nas refeições as pessoas se desconectam. Antes a refeição era uma hora sagrada para reunir a família. Hoje engolimos a comida respondendo mensagens no Whatt's Up. A cada garfada a coisa apita e vibra. (Você deve estar falando o meu fica no modo silencioso) Respondemos e comemos. Às vezes nem comemos. A única coisa que olhamos é o prato e o celular. Chega ser indigesto ver coisas desse tipo no seio de várias famílias. Se seu celular estiver off prepare-se... Vai ter que se explicar: a bateria acabou, a operadora falhou, estava fora de área, estava no silencioso. Não vi por isso não atendi. 

São coisas que parecem mentiras para o mundo "on". Sempre pronto! Esse é o lema dos escoteiros da selva virtual. O que muitos ainda não perceberam é que estar 24hrs “on”, te abre uma série de possibilidades para receber o mundo em suas mãos. Tem mensagens que podem nos alegrar, mas tem umas que podem mudar nosso dia. Estamos felizes e de repente recebemos algo de ruim que altera nosso estado de ânimo. Uma palavra mal trocada, troca nosso humor. 

Somos afetados 24h por dia até na hora de dormir. E olha que tem gente que dorme com o celular do lado do travesseiro. Uma falsa companhia para as noites de insônia. Até no banheiro, no vaso ou no chuveiro, estamos no modo on. Aquilo que foi feito para aproximar os distantes tem distanciado os que estão perto. Nossa sociedade está doente de tecnologias. Celulares Androides produzem pessoas Androides.O virtual vira o real e o real vira o virtual. Virtualizamos nossas presenças. Virtualizamos nossas vidas.Vivemos das aparências. Aparentamos estar ligados a todos. 

As tecnologias são boas desde que saibamos usá-las. Mas a pergunta que fica: É você que usa a tecnologia ou ela que te usa? Você em seu login já tem nome de "Usuário". Usuário ou viciado? Deveria ser chamado de "Usado". Tenho medo de uma geração que se desumaniza com suas próprias mãos. O homem cria a coisa e a coisa 'cosifica' o homem. 
Ultimamente tenho visto "coisas" que ainda se autodenominam humanos. 

“Nenhum homem é uma ilha, sozinho em si mesmo; cada homem é parte do continente, parte do todo; se um seixo for levado pelo mar, a Europa fica menor, como se fosse um promontório, assim como se fosse uma parte de seus amigos ou mesmo sua; a morte de qualquer homem me diminui, porque eu sou parte da humanidade; e por isso, nunca procure saber por quem os sinos dobram, eles dobram por ti”. (John Donne) 

 Vivemos ilhados em meio ao mar de gente. Viramos ilhas. Pequenos arquipélagos de humanidade. Isolados no mar de gente continente. Contingentes de ilhas. Estamos sozinhos em nós mesmos. A morte de ninguém mais nos diminui. Todos os dias, nos vemos em sangue nos noticiários e nada nos falta. Como se todos os sinos dobrassem apenas por ti. Estamos sozinhos. Viver em meio a essa gente "É um andar solitário entre a gente", como versou Luis de Camões. Só que não é amor. Apenas solidão com ilusão de presença.
____________________ 
Eu uso bastante o celular, mais tudo no controle.
As vezes eu penso que estamos nos aproximando da realidade mostrada no filme "Matrix". O mundo onde as pessoas vivem, achando que tudo é real, na verdade é virtual. Os humanos estão todos conectados a uma máquina, vivendo em um mundo ilusório criada pela Matrix. São todos monitorados e não estão cientes de que tudo aquilo é virtual. Segundo os especialistas, o cérebro produz o hormônio da dopamina enquanto estamos conectados ao celular, mas alertam que o uso de smartphones e tabletes em excesso pode virar compulsão, alem de inflamações nos tendões, especialmente nos dedos e punhos caso passe muito tempo fazendo movimento repetitivo. 
A rede social que eu uso, é o telegram Na minha opinião é uma das melhores principalmente em matéria de segurança e privacidade. Quem usar o app e quiser acessar meus canais, será bem vindo. Vou deixar o endereço abaixo.
https://t.me/depositodewalpapers (já tem mais de 6k de wallpapers) 
https://t.me/canalsoreis ( frases e mensagens)
https://t.me/humortela ( muitos videos engraçados pra rir muito)
https://t.me/gifsbeautiful ( Muitas gifs bonitas)
https://t.me/amigosdepatas ( uma fofura esse canal, só videos de animais)
https://t.me/artesepinturas ( canal novo, vai ser só com artistas pintores)

Uma ótima semana pra você!
um Feliz mês de setembro!
Abraços e sorrisos!
Até a próxima postagem!



Vou deixar uma dica que vi👀 na internet.

Se você tiver interesse em saber quanto tempo passa na tela do seu celular, o próprio smartphone vai ajudar nessa missão.Muita gente prefere nem pensar sobre isso, mas a dica é para quem quer saber como gasta o seu tempo no celular. 

No iPhone: Quem usa os celulares da Apple pode acessar facilmente essas informações na parte das configurações. O recurso é relativamente novo e chegou. Abra os "Ajustes" e procure o item "Tempo de uso" Agora você conseguira ver detalhadamente quanto tempo passou nas redes sociais, lendo coisas no aparelho, mexendo em aplicativos. O legal é que ele faz comparações semanais. Assim, você consegue avaliar se está usando mais ou menos o celular. Outro recurso interessante é a capacidade de limitar o tempo que você vai passar no celular. Você pode limitar o seu acesso a jogos, redes sociais.

No AndroidO Android possui o aplicativo "Bem-estar digital" (Digital Wellbeing) para centralizar todas as informações de uso do celular. Ele funciona bem parecido com os recursos do iPhone. Mas, infelizmente, ele ainda é restrito ao Pixel, smartphone do Google, e outros poucos modelos. Caso o seu aparelho não seja compatível, é possível encontrar outros aplicativos que fazem o mesmo papel como: ActionDash, QualityTime, RescueTime, StayFree.

   Esse infográfico aponta uma base de tempo gasto em redes sociais.


Postagens Passada

57 comentários

  1. Sua postagem, bem oportuna e objetiva, mostra uma verdade indiscutível. Temos uma vida e uma aparência de vida, esta, exibida nas redes socais, principalmente por jovens e incautos adultos. Não se consegue mais conversar sem interrupções, pois o celular de alguém vai tocar ou dar sinal de mensagem. Não podemos lutar contra o progresso tecnológico, eis que dele obtemos incalculáveis benefícios. Por outro lado, vemos como é difícil para os pais manter os filhos longe de computadores e celulares, sendo que a educação e o controle devem começar por aí. Particularmente, não vivo "on" rss. Por vezes, nem percebo quando o celular toca ou dá sinais, estando fora de casa. Mas não é isso que nos mostra o olhar, em todos os lugares onde vamos, infelizmente. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tecnologia é muito importante nas nossas vidas, pois todos nós estamos ligadas a ela, de uma forma ou de outra. Isso eu não posso negar pois toda minha família utiliza para trabalhos, inclusive eu uso bastante. Mais a cada dia percebo que não estamos utilizando a tecnologia como deveria a nosso favor, na verdade, estamos nos tornando reféns da própria tecnologia, que afasta as pessoas umas das outras, criando amigos milhares de amigos em redes sociais e poucos amigos presentes em nossas vidas. Enquanto isso, o futuro voa a velocidade da luz, e o ser-humano caminha cada vez mais para dentro deste furacão que desconhece completamente.

      Continuação de boa semana Marilene, e um ótimo mês de setembro. Fiquei muito feliz com sua volta. Obrigada pelo carinho.
      Beijos!

      Excluir
  2. Uma excelente reflexão. Pessoalmente levo algumas horas no computador, porque gosto de escrever, e faço-o sempre no Word. Até 2019 usava o meu tempo livre, escrevendo, indo à Universidade Sénior e em passeios. O ano passado o marido sofreu um AVC, esteve um mês internado, graças a Deus recuperou, mas nessa altura nasceu minha segunda neta de quem estou a cuidar até que tenha idade de entrar para a pré-primária por volta dos 4 anos. Já tinha acontecido o mesmo com a mesma velha, que desde que as escolas fecharam em Março por causa do Covid, também veio cá para casa.
    De modo que o tempo atualmente para o mundo virtual, que já não era muito, encurtou de forma drástica, até porque os olhos também não me dão descanso.
    Redes Sociais, tenho o FB que funciona mais como uma extensão do blog, e o Whatsapp que uso para comunicar com família e amigos.
    Abraço e saúde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também utilizo muito o Word para escrever, muito bom Elvira.
      Eu já usei algumas redes sociais, mais de uns tempos para cá só mesmo Watts e o telegram que utilizo. Desejo tudo de bom para você, e que seu marido esteja bem agora de saúde. Parabéns pelas netinhas, elas devem adorar ficar com você.

      Continuação de boa semana, e um ótimo mês de setembro.
      Beijos!

      Excluir
  3. Bom dia querida Smareis!
    Um dos mais belo crítico texto sobre esta ilimitada tecnologia à palma da mão numa voraz velocidade, que leva tudo de Roldão. Lá se foi o tempo de dedicação às coisas próximas apalpaveis. Destruíram os banquinhos das portas das casas, elas ganharam altos muros e cercas elétricas. Pois mais do que de zumbis as ruas foram tomadas pelos conectados bandidos. Estamos solitários e no fundo iludidos de uma falsa alegria. Irreversível minha amiga pois as máquinas evoluem em detrimento de nossa realidade.Enfim vou finalizar com umas palavras de Gil em Cérebro eletrônico de muito mais do que os 15 anos. Gil alertava, que o cérebro eletrônico podia fazer tudo, mas que ele era mudo.
    Feliz setembro com paz, saúde, amor e alegria na vida.
    Beijos amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Toninho!
      Você me fez sentir uma baita saudade dos banquinhos que tinha na frente das casas, as pessoas se reuniam para bater papos, as crianças brincar na rua de queimada. Era um tempo de muitas alegrias. Hoje a gente não tem mais essa liberdade, tem que ser tudo na grade, pois os bandidos estão mais conectados que a gente. Hoje por causa de um celular na mão você perde a vida. Ontem lia uma matéria que a Regina Duarte caiu na calçada pois se distraiu olhando o celular resultando em três dentes quebrados. Isso é para a gente entender que além de perigoso cair quando estamos conectados no celular, podemos ser assaltados, e ter consequência mais grave. Na rua eu não atendo celular, não olho mensagens, eu paro em algum lugar seguro e vejo se é importante, ligo ou envio uma mensagem de volta. As pessoas hoje estão mais conectadas e menos antenadas em sua própria vida. O que deveríamos ter como assessórios se tornaram uma ramificação da vivência atual. Tudo tem que estar nas redes sociais. Com um detalhe: apenas os momentos bons. Escondemos os momentos ruins, porque precisamos usar uma máscara de felicidade, mesmo que seja falsa, o importante são as curtidas. O que será do futuro com tantas vidas ligadas em um aparelho e desligada da sociedade, ainda é um dilema a ser descoberto.

      Obrigada meu amigo pelo comentário supimpa, me fez voltar lá atrás, boas lembranças.
      Continuação de boa semana, e um mês de setembro cheio de coisas boas.
      Beijos!


      Excluir
  4. Ei!
    Vim matar saudade de te ler
    e já adorei o tema.
    Vou pegar meu café e ler
    aqui com muita calma e voltarei
    para comentar de fato.
    Bjins de renovação de esperança.
    CatiahoAlc.
    Blogs
    https://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com
    https://frasesemreflexos.blogspot.com
    https://soempalavras.blogspot.com
    https://comentariosporaicoisatal.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Catiaho,
      É sempre um prazer lhe ter aqui.
      Vamos ter esperança, que tudo volte o normal.
      Um ótimo mês de setembro!
      Beijos!

      Excluir
  5. Eu não sei como os antigos viviam na
    década de 30, 40 e 50 sem a tecnologia
    que levamos no bolso. Eu, para ser
    sincero, não saberia sobreviver a pandemia
    sem meus amigos, meu patrão, filhos e amores
    me visitando por videoconferência, não mesmo.
    Enfim, cada um no seu quadrado, mesmo que num
    triângulo se ande em reta em curva.
    Beijos e beijos. Muitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então poeta, nem eu sei, mas com certeza tinham forma adequada para se comunicar.
      A tecnologia foi muito importante nessa pandemia, eu que o diga. Principalmente para falar com a família, resolver problemas, desmarcar compromissos e tantas outras coisas. Mas eu digo é em relação as redes sociais, as pessoas viver dentro delas 24hrs. Eu conheço pessoas ligadas que dorme com o celular debaixo do travesseiro para não perder nenhumas notificações de suas redes sociais durante a noite. Viver tornou-se um ambiente onde todos estão juntos e ao mesmo tempo extremamente separados.

      Boa semana, e ótimo setembro.
      Beijokas

      Excluir
  6. Que excelente crónica!
    Para meditar.
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde obrigado pela visita. Parabéns pelo seu excelente Blogger. Muito obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luiz, eu que agradeço pelas vezes que passou por aqui, e eu só consegui retribuir sua visita ontem. Abraço e um bom mês de setembro.

      Excluir
  8. To anyone who wishes to understand the meaning of perfection, this post is an example of it.

    You have identified the problems of life today and described their causes in detail, Smareis. More importantly, you have explained how and why this is the situation, which makes clear what is required to remedy this dilemma. The only obstruction is that humankind's lemming-like behavior patterns mean the course almost certainly has been locked in and chances are there never will be a remedy and the abyss will only become wider and deeper until we are swallowed up in it.

    Is there hope .... maybe .... only time will tell ....

    Superb work, Smareis .... there is no one like you ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you Fram!
      It's great to see that you always read my posts with care and attention and can understand what I want to go through. Sometimes you understand a lot more what I write than how much you speak my Fram language.
      I do not know if there is hope, Fram, which I see that people are increasingly moving into this hurricane that they are completely unaware of. Addiction to technology today may have become a social problem. Due to the fact that the population (specifically this new generation that is growing within the technology are being more affected and losing control of the uses of the devices. Some studies already show that the cell phone, in the way it has been used today, has been creating what we call technological dependence There are people who increasingly need to stay in touch with their cell phones, similar to those people who are addicted to alcohol and drugs, when they are far away they show reactions of lack and need.
      We are being controlled by technology and we still don't realize it. “Sad fact, more is the reality present in the lives of all of us.

      Smiles and more smiles to fly Fram.

      Excluir
  9. Boa noite de muita paz, querida amiga Smareis!
    Uma coisa bárbara é a pessoa ficar num celular com muitos ao mesmo tempo, não gosto, pois não se dá a devida atenção, como se faz quando se pode receber ou conversar pessoalmente.
    Face é muita fofoca e confusão, desisti...
    Insta é bom só para poucos também... família e o 'zap', idem.
    Particularmente, não uso nada a ser o blog, pois é pessoal e podemos dar toda atenção aos nossos seguidores como você faz muito bem, amiga.
    Ligo para amigos quando quero conversar... saber deles só um de cada vez... atenção ímpar.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    https://espiritual-marazul.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá minha amiga Rosélia, boa noite, minha querida!
    Isso é verdade Rosélia, tem pessoas que se comunicam com vários ao mesmo tempo, principalmente em watts, redes sociais e outros app. É muito louco isso, pois não dá para dar atenção a todos da mesma forma. Face, é umas das redes sociais que tem mais fofocas e brigas. O Instagram também tem muita picuinha por lá. O que importa para certas pessoas nessas redes sociais são a quantidade de seguidores e as curtidas.
    Eu só uso mesmo o watts e o telegram.
    Continuação de boa semana minha amiga, e um ótimo mês de setembro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, amiga. Eu tinha me esquecido do insta que tenho para a família. Muito bom. Bjm de gratidão

      Excluir
    2. Beijos pra você minha amiga. Gratidão pelo carinho de sempre.

      Excluir
  11. De repente, sem o pedirmos ou desejarmos, a nossa vida ficou virada do avesso.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podes crer, ficou mesmo.
      Ótimo mês de setembro Pedro.
      Beijo!

      Excluir
  12. The virtual world makes people captive, whose phone addiction increases by the hour.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Due to social networks people are getting very dependent on cell phones. We must keep in mind the following: technology must be an ally, not something harmful. This may sound crazy, but my rule is that I don't allow myself to be controlled.
      Great month of September Catalin.

      Excluir
  13. Respostas
    1. Obrigada Francisco!
      Um ótimo mês de setembro!
      continuação de boa semana!
      Abraço!

      Excluir
  14. Caríssima Smareis, é muito precisa e oportuna as suas belas
    elucidações sobre as redes sociais. Trata-se apenas de um
    mundo de aparências só de estampas, onde a grande maioria das
    pessoas denotam vaidades banais e não mostram o que na verdade
    são. Com exceção dos blogs pessoais, haja tempo para a retribuição
    de tantos comentários.
    Meus efusivos parabéns com votos de continuado sucesso e profunda
    paz.
    Afetuoso abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Antenor.
      O que as pessoas compartilham é o que elas acham que os outros querem ver e não quem elas realmente são. São aqueles momentos que não são verdade, mas o que vai lhe render mais curtidas. Para realmente nos conectarmos, temos de ser autênticos e verdadeiros. É assim que você cria intimidade com outras pessoas. Infelizmente, está mais difícil se conectar com os outros, isso nos torna mais solitários. As redes sociais estão contribuindo para a depressão e ansiedade porque estamos escondidos atrás dos nossos dispositivos e não falamos com quem está ao nosso lado.

      Continuação de boa semana!
      Um ótimo mês de setembro!
      Abraço!

      Excluir
  15. Muito oportuna a sua reflexão. Acho que o mundo virtual rouba vida real a quem se deixa escravizar. Não é o meu caso. Resisto e recuso-me a ser prisioneira das redes. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu penso assim, precisamos ter em mente o seguinte: a tecnologia deve ser uma aliada, não algo prejudicial a nossa vida. Pode parecer loucura, mas minha regra é que não me permito ser controlada por ela. Continuação de boa semana Nina!
      Ótimo mês de setembro!
      Abraços!

      Excluir
  16. Oi, Smareis!

    Que texto ótimo. Embora a tecnologia nos facilita a vida em muitos aspectos,em contrapartida também tem várias consequências nocivas e como
    tudo na vida, é preciso ter equilíbrio.

    Eu gosto de usar o celular, ainda mais agora com o distanciamento social, me permite manter contato com família e amigos, entre outras coisas.
    Mas uso com moderação e nos momentos livres. A internet tem que servir para agregar e não me roubar momentos ao lado de pessoas queridas ou fazer coisas que são importantes no meu dia.

    Bjs e desejo que o mês de setembro seja leve.

    Sônia


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Sônia,
      O celular faz parte da nossa vida, então é normal usá-lo para o lazer, para trabalhar, estudar, falar com os familiares, amigos, e fazer isso muitas horas por dia. As tecnologias são sedutoras porque dão respostas imediatas, dão mobilidade, então é normal que a gente queira usar. Mas é preciso tomar alguns cuidados...
      Ótima semana Sônia!
      Beijos!

      Excluir
  17. Tens toda a razão... Hoje em dia, as redes sociais são apenas um grande vazio!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  18. Concordo inteiramente como tudo que você diz, Smareis.
    A vida levou uma grande reviravolta nas últimas décadas, e muito dificilmente (nem acredito nisso) voltará atrás.
    Pode-se dizer o que se quiser... que é a evolução natural, que assim as coisas estão mais facilitadas, blá, blá, blá... Eu continuo a ter saudades dos outros tempos, em que havia mais comunicação real entre as pessoas.
    Mas... há que conformar-se e adaptar-se.

    Na próxima semana vou ausentar-me de novo ( É a 2ª.fase das minhas férias, agora com o meu filho. Ao contrário da 1ª.parte desta vez iremos para o centro/norte, onde as paisagens são deslumbrantes).

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desejo uma ótima férias Mariazita. Aproveite bastante.
      Ótimo setembro.
      Beijos!

      Excluir
  19. Bom dia, Smareis
    Ótima reflexão, verdade, o mundo virou virtual, que possamos valorizar os encontros presenciais e realmente participar dos momentos preciosos. Bjs querida🤗

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Lucinalva,
      Boa semana, e um ótimo mês de setembro.
      Beijos!

      Excluir
  20. Como tudo na vida, as redes sociais têm o seu lado mau, mas também têm um lado bom. Então, há que saber dosear conteúdos e acessos e, principalmente, evitar o gasto de tempo em conteúdos inúteis.
    Gostei da sua crónica, como sempre.
    Bom fim de semana, querida amiga Smareis.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  21. Um autêntico Tratado para quem ainda não despertou para a realidade presente. O teu Post, objectivamente oportuno e actual, não irá "fazer" nada se as pessoas "adormecidas" não quiserem acordar.
    Obrigado.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sol,
      Boa semana amigo!
      Um ótimo mês de setembro.
      Beijo!

      Excluir
  22. Eu aumentei muito o tempo de uso do celular durante a quarentena, eu abria o instagram o tempo todo, chegou a um ponto de ão ter mais fotos novas para ver. Agora estou me controlando melhor para não continuar assim
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. O celular faz parte da nossa vida, e foi muito importante nessa quarentena e continua sendo... A tecnologia é muito viciante, se descuidarmos um pouquinho elas nos domina.
      Uma ótima semana Ana!
      Beijos!

      Excluir
  23. Uma crónica com uma excelente reflexão. Li e concordo com o que diz. Até parece impossível que haja pessoas que não conseguem passar o dia e, tantas vezes parte da noite, sem estarem ligadas às redes sociais... Há que ter moderação.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho pessoas muito próxima, que se ficar em off por alguns minutos já começa dar sinal de irritabilidade, ansiedade, angústia por estar desconectado do celular. Quando a relação com aparelhos conectados à internet vira compulsão e começa a atrapalhar outras esferas da vida, talvez esteja na hora de ficar offline e assumir o controle.
      Uma boa semana Graça!
      Beijo!

      Excluir
  24. Olá querida Smareis,
    Tenho que aplaudir de pé o seu brilhante texto, meus parabéns! Saiba que eu já fiz poemas sobre este tema, em breve postarei um deles no meu blog. Realmente hoje com as redes sociais tudo ficou mais frio, mais distante, as pessoas querem passar a ideia de uma vida perfeita que nunca existirá. Acredito que o uso moderado e consciente das redes é uma importante ferramenta de conhecimento e aprendizado, em tempos de pandemia ela também nos aproxima de quem amamos, mas o uso exagerado causa dependência, dores e problemas nas mãos e braços, problemas na visão, etc. Não podemos nos tornar reféns da tecnologia, ela precisa ser a nossa aliada e sabendo utilizá-la corretamente podemos viver a vida real que hoje em dia está em falta na maioria dos lares!
    Um ótimo mês pra vc!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Alécio,
      Que legal, vou estar lá te lendo. Deve ter ficado brilhante seu poema com esse tema. Então Alécio, se a gente for parar pra observar, hoje em dia as pessoas tem perdido os limites e muitas vezes abrindo mão da sua privacidade. Nas redes sociais todos são bons, todos tem família perfeita, relacionamento perfeito, religião perfeita, escolha sexual perfeita e ninguém passa por conflitos, ninguém falha e ninguém erra, ninguém fica triste… Todo mundo mundo se apresenta perfeito. Ao participarmos das redes sociais acreditamos ter muitos amigos à nossa volta, sermos populares, estarmos ligados a todos os acontecimentos e participando efetivamente de tudo. Isso é uma verdade, mas também uma ilusão, porque essas conexões são superficiais e instáveis. Além disso, as relações cultivadas nas redes sociais se baseiam na virtualidade, portanto, no distanciamento físico entre as pessoas. Isso nos permite, com facilidade, entrar em contato com as pessoas e afastá-las quando bem quisermos. Os contatos se formam e se desfazem com imensa rapidez; os vínculos estabelecidos são voláteis e atrelados a interesses momentâneos.
      Um ótimo mês de setembro Alécio!
      Boa semana!
      Beijos!

      Excluir
  25. Excelente texto, Smareis! Por exigências de trabalho, uso muito o Whats App e, além dele só tenho o blog e o hotmail; evito as outras redes. Mas percebo, à minha volta, pessoas cada vez mais conectadas... e, paradoxalmente, cada vez mais sós. Acredito que a pandemia veio, talvez, piorar esta tendência... mas prefiro crer que ainda voltaremos ao tempo da convivência real, bem mais gratificante que a virtual. :) Meu abraço, amiga; boa semana!

    ResponderExcluir
  26. Querida Amiga, vi agora que fiz o meu comentário no post anterio, post esse que li com muita atenção. Estive a ler os comentários e, para surpresa minha, vi lá o meu. Bem...o que importa é que, finalmente, apareci. Deixo-te um beijinho e as desculpas pelo erro. Amiga, saúde para todos
    Emilia

    ResponderExcluir
  27. Mil gracias por tus reflexiones, que las valoro mucho realmente y me vienen muy bien

    Paz

    Isaac

    ResponderExcluir
  28. Un texto oportuno. Nos hemos vuelto adictos de las redes sociales. El celular no nos deja en paz, y lo peor, nos aísla. Por lo que, buen consejo el que das, que hay que aprender a hacer un uso racional del celular, para no sólo tener tiempo para nosotros, sino para los demás. Un abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  29. Muito bom texto;
    A vida vivida intensamente dá trabalho;
    O mundo está sendo simplificado cada vez mais as pessoas
    estão com preguiça de realmente viver;
    Tem gente que acha que essa pandemia é virtual k, não usam
    máscaras e saem por aí como se nada tivesse acontecendo;
    Boa continuação de semana.

    ResponderExcluir
  30. Olá! É realmente assustador! Mais: eu considero uma invasão de privacidade o próprio telefone celular (telemóvel em Portugal), porque é pessoal e temos de nos justificar por não atendermos, ao contrário do telefone fixo, em que podíamos simplesmente não estar em casa...
    De resto, é como tudo: é bom, desde que seja bem usado, e não sermos nós os usados!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  31. Olá, regresso à blogosfera de pois de dois anos de ausência. Trago comigo alquimia das palavras, a partilha de todas as emoções beijinho

    ResponderExcluir
  32. Excelente crónica, SMAREIS!
    Este assunto (desvio comportamental) tem sido abordado com alguma frequência, mas nunca o vi tão bem descrito e abordado...
    Não tenho redes sociais, além do Google, não quero para mim nenhuma forma de escravatura. Preciso de tempo para pensar e ler...
    Aplaudo o seu sentido de análise, ironia e assertividade.
    Esperemos que a humanidade cresça e se torne responsável e mais sensata.
    Um Setembro mais leve e harmonioso.
    Grande abraço.
    ~~~~

    ResponderExcluir



Nunca existiu uma pessoa como você antes, não existe ninguém neste mundo como você agora e nem nunca existirá. Veja só o respeito que a vida tem por você.
Você é uma obra de arte — impossível de repetir,
incomparável, absolutamente única. (Osho)

Links de propagandas e comentários anônimos, serão excluídos automaticamente, a não ser que se identifique com seu nome e endereço do blog/site.

Obrigada pelo seu comentário!
Thanks for the comment!
Gracias por tu comentario!
Merci pour le commentaire!

Aprenda com o autor da vida!

A Bíblia é o único livro que você lê na companhia do autor!